Blog de empréstimos online

Financiamento para investimentos pessoais, estudos, ... O dinheiro não deve deixar de tornar seus planos realidade.
Emprestimo Confiavel Para Negativado
28 jul 2018

Termos Relacionados À Emprestimo Confiavel Para Negativado Deveriam Saber

Conseguir um emprestimo confiavel para negativado pode ser um pouco mais complicado do que você imagina no fim das contas, e geralmente o que torna todo esse processo chato é que existem muitas coisas que você pode não entender na hora de fazer o seu contrato.

Existe uma verdadeira infinidade de termos relacionados a empréstimos que você não conhece, mas deveria, se está realmente querendo fazer um pedido de crédito para conquistar aquela viagem dos sonhos ou simplesmente para sair do vermelho e reorganizar a sua vida financeira.

Então para te ajudar a entender melhor estes termos, fizemos uma lista com os mais complicados e que geralmente criam incertezas na hora de se fazer um empréstimo!

Termos presentes em um emprestimo confiavel para negativado

  1. Alíquota

A fim de se calcular quanto você vai pagar só de imposto, é necessário fazer um cálculo base e ter uma alíquota. A alíquota nada mais é do que o percentual do valor total que vai ter que ser paga ao governo via impostos.

  1. Amortização

Uma dívida é composta de duas partes: os juros e o principal. Amortização, na verdade, é o pagamento do principal, o que reduz de forma geral a dívida.

  1. Anuidade

Esta é uma tarifa que se paga todos os anos para ter acesso a certo tipo de serviço, como por exemplo, um cartão de crédito, ou um empréstimo.

  1. Aval

O aval é um tipo de exigência feita pelo credor para que ele possa te conceder qualquer tipo de empréstimo ou financiamento. O aval é dado geralmente por uma pessoa próxima a quem quer o empréstimo, e caso a dívida deixe de ser paga, o avalista é que vai ser cobrado.

  1. CCF – Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo

Esse órgão funciona como um gigantesco banco de dados com todas as informações das pessoas que passam cheques sem fundos, aqueles que não têm em suas contas correntes o dinheiro para conseguir honrar o pagamento do cheque que foi passado.

  1. CDB – Certificado de Depósito Bancário

Este é um título, assim como um cheque, que é emitido por bancos e geralmente colocado à disposição de qualquer cliente como uma opção para investimento. O cliente vai entregar ao banco uma quantia de dinheiro, o banco vai emitir um certificado deste depósito, e vai ter o compromisso de devolver ao cliente esse dinheiro, acrescido dos juros, depois de algum tempo.

  1. CET – Custo Efetivo Total

Essa é uma informação que diz quanto, efetivamente, vai custar o seu financiamento ou empréstimo, incluindo não apenas os juros, mas todas as tarifas, encargos e também impostos que são cobrados do cliente. A grande vantagem do CET é que ele permite que você compare dois ou mais bancos, fazendo um orçamento para poder saber qual deles vai te cobrar menos pelo serviço desejado.

  1. Crédito consignado

Este é um tipo diferente de empréstimo onde as prestações vão ser descontadas diretamente na sua folha de pagamento. Dessa forma, a pessoa que resolveu pegar um crédito consignado vai receber o valor do seu pagamento já diminuído exatamente do valor da sua prestação, até que toda a dívida seja totalmente paga.

  1. Credor

É a pessoa ou agência financeira que concede o crédito, que empresta o dinheiro, ou faz a venda de carnês, por exemplo. O credor é a pessoa ou agência para qual o devedor está devendo dinheiro.

  1. Inadimplência

A inadimplência ocorre quando alguém, pessoa ou empresa, deixa de realizar o pagamento de alguma de suas obrigações financeiras até a data de vencimento que havia sido combinada. A partir dessa data, o devedor vai ser considerado como inadimplente.

  1. IOF – Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros ou Relativas a Títulos ou Valores Mobiliários

Este é um imposto federal, cobrado dentro das operações financeiras de câmbio, seguro, crédito e também de títulos e valores imobiliários. Geralmente aparece na fatura do seu cartão quando você faz uma compra internacional.

  1. Juros Compostos

Esta é uma forma de se calcular os juros de uma dívida ou também de um investimento. Desta forma, o valor dos juros de certo período é acumulado, em determinada data, no saldo devedor ou no saldo do investimento, para então ser efetuado o cálculo dos juros do próximo período.

  1. Linha de crédito

São os recursos totais que uma instituição se compromete a emprestar para pessoas ou empresas que tenham algum objetivo semelhante, como comprar equipamentos, comprar uma casa, abrir um negócio e outras diversas finalidades.

  1. Margem consignável

Este é o valor que pode ser descontado da pensão, salário, aposentadoria ou qualquer outra renda para se fazer o pagamento das prestações de um empréstimo consignado. De forma geral, a margem corresponde geralmente é de trinta por cento da sua renda líquida, e tem como objetivo impedir que as pessoas peguem empréstimos que não têm capacidade para pagar.

  1. Mora – Juros moratórios

Este é o encargo que a agência cobra do devedor quando ele faz o pagamento de uma dívida em atraso, a fim de compensar o fato de só ter recebido de volta o valor adequado depois da data que havia sido combinada.

Os juros de mora também servem como uma forma de punição para que o devedor não deixe de pagar as suas dívidas. Diferentemente de uma multa, que tem o valor sempre fixo, a mora fica maior conforme os dias de atraso do pagamento.

Prontinho, agora você já está devidamente preparado para fazer o seu empréstimo, entendendo tudo o que acontece com os cálculos e o que significam as mais importantes siglas que são usadas durante a negociação.

Fazer um emprestimo confiavel para negativado é o ideal para você sair do vermelho, mas você precisa ter certeza do que está fazendo antes mesmo de começar a arrumar as suas finanças. Estudar um pouco ajuda bastante, e nós da Bonsai Finance vamos sempre te ajudar a entender mais sobre o mundo dos empréstimos.